Um bocadinho de mim...

Rio

Que rio é este
Que teima em correr
Serpentear?

Rio alado
Açodado
Caudaloso
Revoltoso como o mar
Conturbado
Nutrido de rápidos
Mas de lagos de luar

Este rio
Que me escorre
Que me lava
Que me rega
Me dá vida

Este rio
Que sou
Onde estou
Onde vou

De onde vem
E para onde corre
Este rio
Que corre em mim?

M. Fa. R. (25.03.2008)

5 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

E falas de água e contente fico.
Ouvi as tuas águas correrem,
Aproximei-me,
Vi-as,
São limpas, correm e cantam,
Iguais às minhas,
Com sabor de terra,
Imagens de céu,
Saudades de mar.
---------------------
EA

pin gente disse...

é rio...
de águas galopantes

beijo

Eduardo Aleixo disse...

Não é rio
É galope
De água...

Abraços

Fa menor disse...

Obrigada, amigos Pin e Eduardo.
As vossas palavras me são rio.

Bjos

Laurita disse...

olá amigo, não é rio não.

É o mar da saudade que corre em si
A lágrima que brota sem consentimento
São águas limpidas que eu bem vi
saudades do passado a todo o momento.

Beijócas

Enviar um comentário